terça-feira, 8 de junho de 2010

Pampa e flor para ninar Gustavo!

Numa noite muito fria, já era hora de ir pra cama, estávamos bem a vontade lá em casa, e o Gustavo (meu sobrinho e afilhado fofuxo) chorava muito após fazer nebulização. Dormiu, e acordou num choro desesperador... incontrolável.

Sem saber o que fazer para acalmá-lo enquanto a mãezinha dele estava no banho, minha mãe me dizia: faz alguma coisa... canta pra ele!

No mesmo momento peguei ele no colo, liguei o cd que estava no player, que tinha a trilha da música Pampa e Flor (era na semana antes da Sapecada e eu usei a trilha pra dar algumas passadas na música), e desde os  primeiros acordes que ouviu, Gustavo interrompeu bruscamente o choro e ficou me olhando fixamente... 

Pedi prá mãe pegar a câmera e registrar o momento.
Coloquei a trilha no início, e o vídeo segue logo abaixo...

 

Na verdade essa técnica se repetiu algumas vezes durante as nebulizações seguintes e funcionou bem.

Foi um momento encantador!

Beto, vê se funciona com a Sara quando precisares...

Beijos gente...

ah...se alguém precisar a música Pampa e flor prá ter em casa e usar nessas situações, é só me pedir!

Ou é só me chamar!

Até mais...




9 comentários:

  1. Sou fã da minha dinda!! hehe...Que amor..

    ResponderExcluir
  2. Olá Juliana,

    Que belíssimo momento. Eu sempre tive o costume de cantar alguma música para os meus sobrinhos para acalmá-los.

    Ah! Outra coisa, mudando de assunto. Sempre que entro no teu blog o Avira me avisa de um vírus que se aloca na minha estação de trabalho. É estranho, que é só no teu blog. De repente alguma coisa para veres.

    Beijão!!!

    ResponderExcluir
  3. Foi realmente um momento emocionante,estava filmando emocionada vendo tudo e sentindo tudo.Pampa e flor, vai ficar marcada para sempre em nossas vidas, e com certeza quando o Gustavo for um homenzinho, vai se orgulhar deste momento inegualável.bjos

    ResponderExcluir
  4. Clarissa Ferreira09 junho, 2010 10:04

    Ahhhh que coisa mais lindaaaaaa, emocionante!
    Vai ensaiando com esse fofinho aí, quem sabe daqui uns tempinhos ñ teremos mais um baby pelos bastidores dos festivais... ^^
    Beeejo Ju

    ResponderExcluir
  5. Bina... é um fofuxo né?!
    Antonio... gracias pelo depoimento e pelo alerta, mas nunca tive problemas com virus...vou ver se pesquiso o que pode ser.
    Dona Zula... sabemos muito bem de onde vem essa sensibilidade do Gustavo né?
    Clarissa... muita hora nessa calma!!!
    Beijos a todos e gracias pelos comentários!

    ResponderExcluir
  6. Juliana, que rico momento!
    Emocionante mesmo... lembrei de quando cantava para a minha sobrinha... só que a minha dormia, não ficava me olhando. Mas isso se explica, não tenho esse dom teu de cantar! eheh
    Esse mocinho aí sabe apreciar os belos momentos, desde piquititinho!
    Parabéns guria, e parabéns pelo blog!
    Tânia
    .

    ResponderExcluir
  7. Aluisio Rockembach10 junho, 2010 06:30

    Vê bem o que tu vai cantar daqui pra frente! O guri foi sincero,gosta de música "de verdade"...Haha,Parabéns pelo momento maravilhoso,singular! Abraço
    A.Rockembach

    ResponderExcluir
  8. Bah Juliana, tu cantando tudo bem. Se eu cantar o guri vai chorar até ter uma rendedura.Não me manda a trilha. Abraço, Celino Leite(teu fã).

    ResponderExcluir
  9. Essa cena é abençoada!!!
    Beijo Amor!!!

    ResponderExcluir